Glauco King está de volta (e em boa hora)

 

 

Inconstante e intensa, essas seriam as palavras pra definir a carreira de Glauco King, que em 15 anos de atividade musical atiçou a admiração de uns e o incômodo de outros. Ex-vocalista do Bonecas da Barra e do West Wolves, ele ressurge após quase 2 anos de aparições esporádicas e muitos questionamentos sobre se realmente voltaria aos palcos.

 

Na última terça-feira, o clipe “Você Não Pode Me Parar” foi lançado na internet, aquecendo seu público pra vinda do EP “Freakstar”, que chega hoje e dá fim ao longo período de incerteza do qual Glauco King parecia não sair mais. Porém, ele não volta sozinho. Como sempre, há Rafael Sobral, seu parceiro de longa data, para cadenciar na bateria o caos do frontman, juntamente com Jack Jr (guitarra) e Jonas D’Lima (baixo). Esta formação, denominada Freakgang, registra as 5 faixas do disco, que teve produção assinada pelo próprio cantor e sai em parceria pelos selos BadMarine Records (CE) e Brechó Discos (BA).

 

Numa época em que uma parcela dos rockers inacreditavelmente adotam uma postura moralista e às vezes cheia de preconceitos, a figura de Glauco King reaparece em boa hora, seja pra gerar atração ou repulsa (em alguns casos, ambas as coisas), até porque ser uma aberração é lindo pra ele e sua gang ao ponto de se reconhecerem, e até se orgulharem, como tal.

 

LANÇAMENTO FÍSICO DO EP FREAKSTAR

Garage Sounds, Praça Verde do Dragão do Mar.

21h (festival inicia às 14h).

R$ 20 (meia) | R$ 40 (inteira) | R$ 20 + 1 livro (entrada social).

 

Foto: Gecildo Sousa

Fonte: BadMarine Records

 

Escutar/baixar:
https://glaucoking.bandcamp.com/